Bike Salvador Vai de Bike - Prefeitura Municipal do Salvador Pauta do Bem: Pedal da Imprensa - Salvador Vai de Bike

Profissionais da Comunicação participam de passeio ciclístico em prol da mobilidade urbana

 O Dia do Jornalista, comemorado 7 de abril, será celebrado de forma inusitada este ano na capital baiana com o Pedal da Imprensa. O evento, aberto ao público, acontecerá no dia 19, domingo, com saída prevista para 9 da manhã, no Dique do Tororó. A iniciativa é da Frente & Verso Comunicação Integrada e do Jabutis Vagarosos - um dos mais antigos grupos de pedal da Bahia -, e tem apoio da Prefeitura, através do Movimento Salvador Vai de Bike. “O nosso objetivo é divulgar e incentivar o uso seguro de bicicleta em Salvador, na Bahia, no Brasil e no mundo”, declara Valci Barreto, líder do Jabutis Vagarosos.

Para o presidente da Saltur e coordenador do Movimento Salvador Vai de Bike, Isaac Edington, nos últimos dois anos, além de ampliar a infraestrutura cicloviária da cidade, a Prefeitura tem promovido diversas ações de incentivo ao uso da bicicleta e os Jabutis Vagarosos - em especial Valci Barreto-, tem contribuído muito nesse sentido. “Fazemos questão de apoiar esse evento, pois acreditamos que iniciativas como essa ajudam a multiplicar o uso da bicicleta em nossa cidade”, afirmou.

Iniciativa da Prefeitura de Salvador, o Movimento Salvador Vai de Bike é um amplo conjunto de ações integradas de incentivo ao uso da bicicleta na capital soteropolitana que tem como objetivo melhorar a mobilidade urbana e a qualidade de vida da cidade. Muito antes da bike virar moda, o advogado Valci Barreto, 63 anos, adotou a bicicleta como meio de transporte. Mais: como filosofia de vida. Em 2000, em um tradicional passeio dominical da Associação dos Bicicleteiros da Bahia (ASBEB), enquanto alguns debatiam sobre atrasos no horário combinado para a saída, roteiro, ritmo do pedal. “Não há do que reclamar. Cada um faz seu grupo e sai por aí”, decretou Valci. Hoje, Salvador tem mais de 15 grupos de pedais e cerca de milhares de praticantes do ciclismo.

Assim, nascia o Jabutis Vagarosos. “Como a reclamação maior era a de que o pessoal dos demais grupos corria muito, decidimos fundar um grupo diferente, que não tem pressa de

 

chegar. Nosso prazer é o pedal da contemplação”, define o criador do grupo criado há 15 anos com a tônica da irreverência. “Não bastava ser Jabuti, ainda emendaram com o adjetivo de vagarosos”, diverte-se. Com cartilha longa e própria, o Jabutis que tem como lema encorajar, incentivar e acompanhar quem ainda não teve coragem de vivenciar a deliciosa experiência de cruzar as ruas da cidade sobre duas rodas. O percurso é sempre acompanhado por batedores, adeptos do ciclismo mais experientes que guiam o caminho com segurança. “Quem não tiver condições físicas para subir uma ladeira pedalando, pode subir empurrando. Jabuti gosta muito de empurrar bicicleta, apreciar a paisagem da cidade, fazer amizades novas, sem corre-corre, sem pressa”, explica o anfitrião do grupo.

A Diretora Comercial da Frente &Verso Comunicação Integrada, Fernanda Carvalho, foi convidada a conhecer o grupo no seu último aniversário, em dezembro. O “batizado” teve direito a bike enfeitada com bolas de assoprar e um novo grupo de amigos de presente. “Fiquei encantada! Já andava de bicicleta na orla, em Pituaçu, mas tinha receio de enfrentar o trânsito da cidade”, conta. No passeio de estréia, a jornalista foi do Jardim Apipema até a Feira de São Joaquim. “Descer a ladeira da Contorno de bike foi uma sensação indescritível. O visual é maravilhoso. Uma sensação de liberdade que a gente quer proporcionar para todo mundo”, relembra a empresária que considera a compra da sua bike um dos melhores investimentos que fez nos últimos tempos. “Pedalo só, em grupo... Faço atividade física de forma prazerosa e levo meus olhos e alma livre de borboleta para passear”. 

        

Sobre o Jabutis Vagarosos 

 

Criado há 15 anos, o Jabutis não tem centenas de seguidores, apesar de já ter grupo com proposta semelhante em outros estados. “A bicicleta é por demais libertadora... Para haver um bom passeio, não há necessidade de muita gente, bicicletas caras, roupas padronizadas, burocracias, pagamentos, ficha de inscrição. Até quem não tem bicicleta, pedala no Jabuti”, garante o idealizador do grupo que, por precaução, tem sempre bikes extras em casa.

A missão do Jabutis Vagarosos, de forma simples mas audaciosa, está sendo cumprida. Basta perceber o aumento de bikes pelas ruas da cidade. “A intenção é lutar para termos a felicidade de viver em uma cidade em que se possa pedalar com segurança até os 90 anos ou mais. Os Jabutis desejam cidade viva, com menos estresse, buzinas,poluição, acidentes de trânsito. E mais e mais mobilidade urbana e pessoas pedalando saudáveis e felizes!

 

SERVIÇO:

O que? Pedal da Imprensa – Passeio Ciclístico para celebrar o Dia do Jornalista

Quando? 19 de abril, concentração às 8 horas. Saída às 9 horas

Onde? Dique do Tororó - Farol da Barra – Dique do Tororó O percurso total, (ida e volta), é de 11,6 km.

Quanto? Gratuito. O Salvador vai de Bike disponibilizou laranjinhas para o evento. Jornalistas que não têm bike própria podem solicitar reserva de bicicleta junto aos organizadores do evento.

Camisas do evento serão trocadas por dois quilos de alimentos e um livro infantil, que serão doados ao Naaci.